Oficial R/2 realiza importante trabalho de aproximação entre as Forças Armadas e a advocacia

Dr. Yuri Guimarães (1º à esquerda) e Ten Cel Av Jailson, da Base Aérea de Santos, por ocasião da palestra "Força Aérea 100"

0
854

Hoje o nosso entrevistado é o Oficial R/2 e advogado Yuri da Silva Guimarães, que vem realizando um importante trabalho de aproximação entre a advocacia e os militares como Presidente da Comissão de Direito Militar da Subseção de Santos, demonstrando a todos que ambas as carreiras devem caminhar juntas e em harmonia na busca por seus objetivos.

1- Conte-nos como foi sua passagem pelas Forças Armadas

 A minha passagem pelas Forças Armadas ao meu ver foi muito gratificante, pois tive a oportunidade de servir no NPOR do 2º BC, hoje 2º BIL, em São Vicente, nos anos de 1992 e 1993 na Arma de Infantaria. Em seguida, passei por uma seleção na 2ª RM para EST no CPOR/SP, na área de Ciências Contábeis, onde fui designado para desempenhar minhas funções na 2ª ICFEx, OM de controle interno das UG no Estado de São Paulo, onde tive funções de contador, auditor, encarregado do setor financeiro, uma grande experiência.

 .
2- Como surgiu seu interesse pelo Direito Militar? Com quais assuntos você mais se depara no seu dia a dia de trabalho?

Sempre gostei do Direito, apesar de ser convocado como OTT de Ciências Contábeis. A curiosidade pelo Direito Militar foi ímpar. Neste nicho de trabalho existem poucos profissionais habilitados, no qual me deparo com assuntos como assédio moral, transgressões disciplinares, licitações e legislações militares atinentes ao auxílio transporte, pensão militar, acidentes em serviços, entre outros.

.

3- Como tem sido sua atuação na OAB? Quais as principais conquistas até o momento?

A minha atuação na OAB tem a haver com o cabedal de informações que adquiri na vivência da caserna, onde comecei como membro da OAB Subseção Guarujá da Comissão de Direito Militar, depois membro da Seção  São Paulo e atualmente Presidente da Comissão de Direito Militar da Subseção Santos.

As principais conquista da nossa Comissão são tangidas por um estreito respeito com as Forças Armadas e Forças Auxiliares, com advogados especialistas em Direto Militar palestrando sobre diversos temas aos militares das três Forças.

.

4- O que você diria aos militares que querem atuar com o Direito Militar? É uma boa área para seguir?

Trata-se de um bom nicho profissional no ramo do direito, onde muitos não conhecem as anuências e as especificidades da área castrense, por ser uma Justiça Especializada. Considero uma ótima área de atuação profissional.

.

5- Percebemos atualmente um distanciamento entre o militarismo e a advocacia. Por que isso ocorreu na sua opinião? O que pode ser feito para mudar esse cenário?
Isso infelizmente aconteceu por informações equivocadas no que diz respeito aos militares e advogados numa história recente de nosso país. Temos que dar uma virada nesse assunto e trazer os advogados e militares para uma troca de informações, experiências , pois sem advogado não se faz justiça e pelo fato de as Forças Armadas defenderem a nossa Constituição Federal, além de estarmos em um Estado Democrático de Direito.
.
 Contato do entrevistado:
 .
Yuri da Silva Guimarães

Presidente da Comissão de Direito Militar da OAB Subseção Santos.

_____________________________________

Menezes e Guimarães – Advocacia

http://www.menezeseguimaraesadvocacia.jur.adv.br/
menezeseguimaraesadvocacia@hotmail.com

(13) 3304-5899 
(13) 99729-6958 (VIVO)
(13) 98804-1934 (VIVO) 
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

16 + 10 =