Nelson Barretta, Alpinista Antártico, escreve sobre o aprendizado nas Missões à Base Brasileira Comandante Ferraz

0
190

Transformando descobertas em aprendizagens – Parte I

Diferente do modo como operam as forças em diferentes regiões do país promovendo periódica movimentação do efetivo militar dentro de todo território nacional, o trabalho na Antártica demanda uma permanência de maior tempo médio dos militares em suas respectivas posições, independente da regra de tempo de permanência.

Essa compreensão por parte das Forças e o esforço impresso para manter essa dinâmica diferenciada se deve ao fato de que o conhecimento adquirido durante as missões na região Antártica consome mais tempo em relação ao tempo de aprendizado em áreas do nosso território tropical, consequentemente, consumiria mais recursos financeiros.

DSC_0151

Alpinista Antártico Nelson Barretta ao centro.

Todo aprendizado custa e quem investe nele são nossas autarquias com o recurso proveniente dos impostos pagos pelo cidadão.  É limitado e se não houver parcimônia de uso, o recurso financeiro pode ser finito antes da conclusão de projetos de grande porte como se vê em muitas obras abandonadas pelo país.

Afim de otimizar o investimento de cada centavo e evitar que um processo de descobertas Antárticas recomece a cada troca de efetivo, a estratégia de se manter o conhecimento dentro de cada OM fazendo-se multiplicar entre os militares é um movimento natural e sábio.

DSC00006

A Força Aérea Brasileira promove frequentes instruções para novos pilotos do avião Hércules C-130 a cada voo Antártico.  Aproveitando cada um dos 10 voos antárticos anuais, (6 durante o verão e 4 durante o inverno) a aeronave conta com até 4 pilotos de diferentes níveis de experiências que realizam treinos de pousos, aterrissagens e arremetidas na limitada pista antártica do aeródromo.  Isso demanda uma permanência de tempo maior de pilotos e tripulações nos esquadrões que participam de missões em região antártica para que o conhecimento adquirido seja multiplicado.

Fonte: Nelson Barretta – Amigo da Marinha do Brasil e Alpinista Antártico

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

5 + um =