Desemprego entre reservistas já passa de 67%

0
2065

Com as taxas de desemprego atingindo 12% da população, uma importante parcela acaba não sendo mencionada: os reservistas das Forças Armadas.

Em recente pesquisa realizada com cerca de 6.000 militares cadastrados na base do Portal Reserva Ativa (portal-reservaativa.curriculum.com.br), 67% se autodeclararam como desempregados, confirmando a complicada situação pela qual passa a economia de nosso país.

Entre eles, Soldados, Sargentos, Tenentes e Coronéis das três Forças Armadas que dedicaram grande parte de suas vidas à pátria, servindo nas mais diversas regiões do país e em diferentes áreas. Profissionais que acabam encontrando grandes dificuldades de se recolocarem no mercado, sobretudo em razão da ausência de vivência corporativa e da falta de conhecimento das empresas sobre os potenciais deste competente público.

“No Brasil ainda não existe a cultura da contratação de reservistas e familiares, diferentemente dos EUA, onde grande empresas como Chevrolet, IBM, Microsoft e Starbucks já se comprometeram a empregar os veteranos, reconhecendo a importância deles pelo serviço prestado à pátria”, afirma Galdino, responsável pelo Portal Reserva Ativa e Oficial da reserva do Exército Brasileiro.

A Reserva Ativa atua desde 2013 oferecendo oportunidades de emprego em sua plataforma (portal-reservaativa.curriculum.com.br), além de opções de franquias e informações sobre aposentadoria e bem estar. Já são mais de 6.000 currículos cadastrados de militares da reserva das Forças Armadas e familiares, além de 29 mil vagas disponíveis em todo o país.

Segundo Galdino, o próximo passo é criar mecanismos de preparação para o meio civil: “O militar precisa se preparar com antecedência para esse momento marcante em sua carreira, que é a despedida do ambiente militar e enfrentamento dos desafios do meio privado. Nesse sentido, em 2017 apresentaremos ferramentas de preparação efetivas que envolverão psicólogos, coaches e headhunters. Com a atual situação do mercado, apenas a hierarquia e a disciplina não suficientes para conquistar os recrutadores. Eles querem esses valores e mais os comportamentos esperados daqueles que já transitam no meio corporativo. É neste aspecto que iremos dar ênfase, diminuindo as diferenças entre os reservistas e seus concorrentes”.

Vale ressaltar que o Exército Brasileiro já deu um grande passo nesse sentido, implementando nos últimos anos o Programa de Preparação para a Reserva (PPREB), que de forma inédita começou a cuidar desta transição para o meio civil em diferentes áreas, sendo o Portal Reserva Ativa uma ferramenta complementar do programa desde 2014.

 

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
2

Comments

comments

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

15 + 17 =